sexta-feira

sou uma observadora confessa. Adoro ficar olhando como as pessoas agem e se comportam.
Ontem eu fui na inauguração de mais um cinema do complexo "cult". E estava reparando como o arzinho blasé é importante nesses eventos. Fazer cara de quem não aguenta mais ser assediado é essencial. A turma da boina, do cachecol (Cavalera) e do óculos de aro grosso em massa faz cara de "meus amigos intelectuais", e aí fica fácil saber quem é paga-pau mesmo por lá. Eu não tenho nada contra. Só não preciso fazer essas caras, porque não sou do meio. engraçado....

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial