terça-feira

quer ver a foca ficar feliz?
tome 1/3 de garrafa de whisky.
voilà!
meu e-mail voltou, um "êba" pro miguélico.
(ÊBA!)
Carol Hungria recomenda:
capas de livros com títulos MANEIROS.
Tô caindo de rir até agora.


hoje eu quero ser ela e dançar que nem um liquidificador quebrado cantando em falsete.
mandou mandou mandou e cagou. minha mãe já bem dizia prá eu ficar longe de tias anas.

e tem também aqueles que cantam glória até quando bate um zap no jogo de truco. quero ver quando ganhar a são silvestre então.

eu fiz duas pessoas rirem hoje, contra uma carranca fechada síndrome do cu tenso. acho que isso sim pode ser motivo de me vangloriar.

me olhei no espelho e vi uma cara de palhaça. sem metáforas.
é, tá bem tarde. vou lá.

segunda-feira

- roupa suja se lava com shoyu
- the ghost in my house was hedious
- finalmente conheci zel-cabelo-vermêio
- tenho um chá de cozinha prá ireaiquepreguiçasononãoquero
- sou tão über nagoshi, percebi
- preciso usar drogas
- ai que bosta isso
- meu nível de civilidade tá a +100, eu juro
- EU JURO - haha ouvi tanto isso
- saudades dos um milhão de e-mails. de vocês dois.
- quero meus 150 e-mails presos no servidor de volta, já!
- é, se você me lê, esquece o pixelburner por ora.
- she swings her hips and dances to the Wu Tang Clan

E você que disse que vinha e não veio?
É, essa foi prá você.
Pragademônio!
Bia Bonduki
&
Robert Rodriguez
(and his hat)

1 - porque ele é gato
2 - porque ele dirigiu sin city
Aproveitando o embalo da parada gay, a gente faz a C.C. Penniston e canta Finally. A situação agora é outra-outra, e é boa, e eu fui deitar era 22h, mas xé, que só dormi era mais de 3h. E eu to feliz e com o nó do estômago presente. E nenhum status vai mudar por aqui, não vai mesmo, mas há uma diferença no tratamento. Mór novela, 5 anos de milhões de coisas acontecendo.
Tá bom, tá é bom. Assim, com planos de mais e mais outros e o velho esquema do coqueiro: sem galho.

sábado

Luiz says:
Eu moro com um menino
Ele não vai pegar
Eu só recontamino
Dá lá que eu pego cá

tá, eu não vou tomar cerveja nem fazer o que mais eu queria, mas pelo menos ele me faz ter crise de incontinência com esses versinhos.
Finalmente ela estava livre daquela encrenca que respondia pelo gênero cafageste, espécie comum e, nada mais justo, parte do Reino Animal. Que finalmente, que nada! Ela estava bem puta da vida, e com razão. Aquele turbilhão de coisas acontecendo e ela não podia nem levantar a mãozinha para perguntar: ?Ei, mas o que foi que eu fiz??. Seria apedrejada, tomaria rasteiras, seria a própria Geni ? não fosse o fato dela não ser um travesti. E enquanto isso o ser pairava com ar superior e uns surtos de peninha. ?Cê tá bem??
Nem se abalou. Sua preocupação maior era derrotar a força que acabava com seu vasinho de alecrim. Juntava todos os seus pensamentos de modo que chegavam até a incomodá-la para poder acabar com toda aquela patifaria. Queria provar que a massa cinzenta superava a massa mole amorfa.
Mas daí a notícia contundente: a força era na verdade fraca e dotada de conceito moral. Fazia com ela se sentisse malvada, furadora de olhos. Odiava ter que sentir pena, odiava ter que se desculpar. Mas pedir desculpas por quê?! Quem difamava era a outra!
Esqueceu a piedade e jogou tudo para o alto. Nessa dimensão ninguém sentiria pena de ninguém. Somos todos fortes ? mas que a outra tinha celulite, isso tinha. Veio o Natal, Reveillon e quase o carnaval. E só então ela descobriu que o desrespeito une corações.

(esse texto eu escrevi no fim de 2000, quando a situação era uma. cinco anos depois, a situação é outra. claro como água.)
and i'll give it all back to you
chorei ouvindo sirens - na verdade eu fiquei contando quanto tempo agüentava sem chorar - e aí mudei.
i'm unawaaaaaare lost inside your visions
pronto, passou

minha musa carioca do verão me manda isso e quer que eu não tenha nicks ridículos no msn, como "óferenda veloso" e "esfinge baiana".

eu voltei bem, nota-se. e com mais posses, visto que mamãe é uma pessoa preocupada com o visual asseado e belo das crias, e até o maminha é elogiado por estar sempre de cabelo penteado.
O maior tesão em andar de avião é a hora que ele vai levantar vôo. Eu não consigo sentir medo, não dá. É aquele motor potente, girando, girando mais forte, parece que se não sair do lugar vai explodir com você dentro, boboboboboboooommmm e você olha a aeromoça sentadinha se agarrando no banquinho. Aí levanta vôo, e você começa a ver longe, longe, mais longe, até que passa um corredor de nuvens e quando olha prá baixo, tenta dar uma definição terrestre praquele monte de vapor. "Cataratas do Iguaçu", arrisquei, pena que estava bem longe disso. E assim vai, achando que tá numa esteira rolante.
Mas, Deus que me perdoe, descer é muito ruim.

segunda-feira

fui, chega. me erra até sábado.
fiquem com a sabedoria do trilha sonora do gueto:

Pião de Vida Loka

Se é vida loka, é né jão não é facil não, as vezes na Diogo se pá té na Fundão, que tem tô enquadrado com a mão pro alto, gambé inda vem fala que eu sou forgado.
O meu boné já pede pra olha, aí neguinho a facção come que tá, aí chefão a fita é um seguinte só tenho a dizer que 19 num é 20, e facção é coisa de escadinha eu sô periferia do capão só faço a minha.
Tô num rolê voltano pra minha casa, tava curtindo um baile lá no Asa, no Asa Branca de Pinheiros algema o neguinho Estive é maloqueiro.
O preconceito já volta a impera, gambé olha pra mim pra ve se eu vo gela, se tem passage, tem dvc quadrilha vida loka né neguinho cê vai vê, na madrugada só eu e Deus nenhuma testemunha pra dizer o que aconteceu, a fé de Jó derruba até montanha, gambé na nóia olha pro outro e se estranha, não sei dize mano qualé que é só sei que Deus é mais eu tô vivo pela fé, aquela noite tava macabra, puta gambézinho que ele não se conformava, e eu no rolê já tava saindo fora, e ue pra ataca saí gingando até umas hora.

REFRÃO
Sõ vida loka é né jão daquele jeito neguinho de favela pros coxinha eu sô suspeito, é vida é né jão na mô moral invejoso perde a linha pé de breke passa mal.é vida loka é né jão daquele jeito neguinho de favela pros coxinha eu sô suspeito, é vida loka é na moral neguinho de favela que as menina paga um pau.

10e 20 nego, na leste noturna, bola que bola o plano quem que furtuna, puxo pra coroa aí uns pano da hora, Brait no pulo e seus malote de dollar, um Ímpala na garage nego novinho, estilo vida loka pra ataca os zé povinho, então bola com ele que eu quero ve que cor que ele é e o vidro é degrad, cê deu mô sorte mô cara de dollar reune a familia abastece e caí, não vou me joga preciso fica, na leste eu nasci, a leste é meu luga, e vou desliga uma barcona colou aí já vai enquadra.

Que carro bem loko hein, e seu cê pago, que nada chefão herença do meu avô cê faz sua cara que eu preciso i os mano da sul tá esperando por mim, pr1 estive é new por aqui, aí neguinho pego mô boi pode i, nessa hora a gente vê chefão se vale a pena ser um vida loka o robozinho do sistema.

As mina da quebrada fala que eu pareço mal, é será que é isso que elas paga um pau, só sei que eu me pergunto estão cê que o que? cê tem conceito, mulhe e procede, você é vida loka e canta rap cê é foda, acho que isso que as mina se empolga, será se não fosse tudo isso era assim, saí invejoso dá uma arruda aí pra mim, aqui é vagabundo,vida loka até umas hora cê num leva mal, eu tô saindo fora.

Liguei o golfão 00 gti, aí neguinho encosta aí, dicumento, rg, hibilitação se num tive impuni, pro camburão, aqui eu falo cê esculta eu sô otoridade uma mentira de farda vale tipo 10 verdade, aí neguinho vida loka cê num era todo pam, pagava de guerreiro do rap do amanhã, da uma olhada na quadrada que tá engatilhada e se eu pá na sua cabeça cê num vale mais nada, e você vai se vida loka lá no céu que sua cara, junto com Dimans, Bob Marley, Malcon X e Cheguevara, aí seu guarda dá licença agora eu posso me espressar, quem sou eu, quem é você pra quere alguém julgar, aprendi que o ser humano nunca sabe o amanhã, hoje tudo Hoppi Hari depois bom dia Viatinan, cê se pensa que é Deus para tudo comandá eu que sô um zé nínguem que cum nada que fica, mais não sabe os comandante o que sabe o zé nínguem que quer queira quer não queira vamos todos pro além, o além é um misterio e quem vai nos responde, eu sou tudo não sou nada diga então quem é você, se disseres que é Deus eu não vou acredita, porque se você é Deus quem esta no seu luga.

Ei Karatê cê deixa eu i, já faz algum tempo que eu gosto de ti, falei pra minha mãe, pra gente casá, agora mudei e não sou mais de ficar.

Cê gosta de mim ou do meu malote eu vo desliga eu tô achando que é trote, lembra quando eu não era lembrado na quebrada andava de havaianas e bermuda rasgada você olhava só xiiiii pros bunda lele, agora alguém já se amarrou por Karatê.

ai... tava me contendo prá não postar mais nada. mas não dá, sabe, porque eu sou assim, um ser humano que é uma coisa, assim, sei lá.

x1
aí neguim vem se importar com a idiotice dos outros. vai se importar com a fome na áfrica, vai.

x2
a humanidade quando extrapola devia ser castigada com a função "passar café". fique na sua ou eu te mando passar um café, no coador de pano, aí eu vou querer ver.

x3
ficar no trabalho quando eu não devia está me dando febre.

x4
olha que legal, eu reconheço a escrita alheia!

x5
Meus pensamentos
Tomam forma e eu viajo
Eu vou prá onde Deus quiser
Um video tape
Que dentro de mim
Retrata todo meu inconsciente
De maneira natural
Ah! Tô indo agora
Pra um lugar todinho meu
Quero uma rede preguiçosa
Prá deitar
Em minha volta sinfonia de pardais
Cantando para a Majestade, o Sabiá

domingo

Este blog vai ficar de férias até sábado, 28/05/05.

Enquanto isso, vou tirar o mofo disso aqui. Varrer embaixo da mocinha ali, bater os carpetes, botar de molho essas cortinas vermelhas, laranjas e amarelas, lavar as paredes, jogar fora os links que não prestam, polir o logo ali em cima.
Precisa bater sol, sabe?

(ave, nunca fiquei tanto tempo fora, tava na hora de um respiro)

sábado

É, eu sei. É o Festival do Cagado acontecendo no corrrpo do momento mais próximo de vocês. No caso, moi, Senhora Curva de Rio, Miss Ímã do Capeta, Hors Concours na Cara de Terapeuta, Caixa de Frontal em Corpo de Mulher, Ouvido-de-Pinico Ambulante, MC Falaquetescuto, Cagadona do Funk, Desgraçada do Morro, Aquela Cuja Paciência Abusamos.
Vai passar. Nem que seja a tapa, mas vai passar.

Por outro lado, contamos* aqui com a presença contagiante de Coraçoa Amora, nossa querida amiga, que nos leva para passear na Sé, na Vinte e Cinco e no Ibirapuera, e faz a gente dar risada e esquecer as nuvens negras. Em seguida, vamos à casa da Dona Antônia, ver o mais novo dela fazer sua iniciação científica, enquanto tomamos coca-cola e falamos gauchês ao telefone. Depois dos comerciais, ficamos com a sessão premiada "Vídeos do Show". Segura!
* tudo no plural, já que os encostos me acompanham.

sexta-feira

hoje é sexta e eu estou de ressaca. portanto, um pequeno prazer.
não fossem os roxos pelo corpo, a dor na vértebra da dobra das costas e a cabeça. uóóóóin...
180 é o número, 270 é o que investe, 43 hits and counting.


eu não preciso mais dar
pronto, falei
Coisas pequenas que fazem tudo valer a pena: uma ligação de um executivo que podia estar cagando prá nossa granpalhaçada, só para desejar boa sorte. Uma amiga largar avó preocupada e namorado ciumento lááá em itaquera, completamente sem dinheiro nem muda de roupa, para ver qualé. Uma outra, que não te vê há bons 8 anos, e cuja amizade não teve um bom desfecho, jogar tudo para cima e ir te ver. Pô. E eu reclamando da vida.
-
E prá quem interessar, o show foi bom sim. Jorge, eu não danço em show que eu não conheço. :) E o melhor de tudo isso é conhecer gente conhecer gente conhecer gente...
-
Aí eu tava no chão da cozinha.
-
Carai, véi, que ressaca. É que eu fui educada na Suíça.
-
A Criz é meu tamagochi.

quinta-feira

já dizia a avó do jayminho, "cada panela tem sua tampa, nem que seja amassada".
já dizia o avô do jayminho, "chupa".
E ontem que eu tive que ensinar o motorista do busão a desviar do Parque Antártica e ir até o Mercadão da Lapa por dentro da Pompéia? Acabei que desci na porta da faculdade.
E vocês aí, menosprezando meu poder GPSzístico.
I R Nervus

Acordei com uma dor de garganta muito inconveniente. Hoje não, porra. Ainda não decidi meu figurino, ainda não gravei os cds, mas tomei banho cantando Te Contei? e acho que agora vai direito. Meu cabeleireiro me ligou oferecendo um corte de graça, e quando eu mencionei o show, ele disse para eu estar lá às 19h para ficar poderosa. Ah, vida de princesa... O Tadéio me passou uma lista de swing - ahem, o ritmo, ok? - e uma banda de ska japonês que é fofa. Boa inspiração, já que neguim não pára de me mandar o link da Neisa, dizendo que lembrou da gente.
Ele me decepciona, mas eu gosto (não, não to mais falando do Tadéio, nadavê). Ele é ele e eu sei quem é ele e isso que importa, porque ele me decepciona e eu quero escrever sem vírgula nem ponto que nem a chata da Lolita Pille, que ontem eu lendo o Bubble Gum tava até gostando até que o personagem acendeu um cigarro com uma nota de quinhentos euros e eu mandei ele tomar no cu e ela perdeu total o resquício de chance que tinha comigo.
Nervosa nervosa nervosa da silva e pobre, mas se você, caro leitor, for ao show, nóis fica rico e você vai pro céu. Aiaiai eu fico escrevendo aqui prá poupar meus punhos do soco que eu vou dar ainda hoje nesse fita aí que me torra o saco o tempo todo.
Caralho, Jumpin' Jack Flash versão big band, acho que é um sinal.
Efeó-í, fui!

quarta-feira

We R Weasel!
por Eduardinho Viveiros de Copacabana
Pequenos prazeres da vida revisited

Fiz essa lista há exatos 3 anos, com ajuda do Vader, Túlio, Davis e Marina. Muitas coisas permanecem. Posto novamente a pedidos de Marida Nahra:

Pijamão de flanela
Comidas SIMPRES
Sair do banho e se secar ao vento
Dia frio com sol
Banho de banheira
Massagem no pé
Dormir no meio da tarde
Fazer trabalhinhos manuais
Encher o miojo de queijo ralado
Sorriso cúmplice de manhã cedo
Espreguiçar sob as cobertas
Terapia do abraço
Pastel de feira
Comprar flores
Decorar a casa do seu jeito
Cozinhar para alguém
Brincar com criancinhas inteligentes
Estralar o pescoço
Butterflies in the stomach
Esfriar na boca o brigadeiro de panela
Beijar até os lábios ficarem dormentes
Cafuné
Banho-descarrego
Ataque de risada boba
Cerveja gelada no fim do dia
Dormir de conchinha

Dia de alegria com as minas (shopping craze)

E a versão 2005

Sexta-feira de ressaca
Ver Flashdance pela octagésima-nona vez
Festas de pederastia
Reuniões exclusivas para gente legal
Dançar M.I.A.
Fazer cosquinha em quem ri que nem criança
Pôr-do-sol na laje
Virar cambalhota (kumba! kumba!)


Pronto, vomitei. Minha vida é mais legal quando eu faço a mulher-Molico.
A palavra do dia é PORRA. Afinal, somos todos personagens de uma pornochanchada brasileira dos anos 70.
Fazia tempo que eu não lia o stereoscreaming, aí descubro tanta coisa legal que dá vontade de fazer um bookmark infinito.
Destaque para esses posts:
1
2

Valeu, Fábio!

terça-feira

Eu postei essa música do The French aí embaixo, e baixei uma do site, chamada Wu-Tang Clan, que é ainda mais legal.

With the curtains drawn and the stereo on
She swings her hips and dances to the Wu-Tang Clan
And the sadness ebbs away now
Shuts her eyes, throws her head up high
It's better when there's no one around
And she's feeling something real now

And RZA, Ghostface Killah, Inspecta Deck and Golden Arms,
Will hold her tight and out of harm in the council flat tonight.


hahahaha! cara. sou eu!
Num desses e-mails corriqueiros, eu resolvo a vida alheia.

Bia Bonduki
to ale
1:56 pm (41 minutes ago)


aié, então façamos assim: uma casa com seus departamentos.

departamento da maridagem fofa:
mike, administrando caixas e caixas de presentinhos sei-que-você-gosta, vestido de iggy pop meets scott weiland.

departamento da paternidade:
mirandão com sua cara de bonachão, administrando uma creche de alessandrinhas fofas de olhos claros.

departamento da mulherzice:
eu, com milhares de e-mails para trocar contigo, conselhos e muita bestice. e cosquinha, que eu sei que você gosta.

departamento da quiximbirice:
gusvieira, claro, com seus amigos índios e sempre esperando prá brincar de corrida-de-tora. vende-se colares de sementes e idéias revolucionárias.

departamento da gostosice:
a amiga 8estrella8 fazendo caras e bocas e dando adoidado.

escritório:
editoria da revista Bust, falar com Alessandra Nahra

lixeira:
The Tattooer Who Shall Remain Nameless

piadas internas à parte, eu super acho que devia viver de resolver a vida dos outros.
The Stars, The Moon, The Sun and The Clouds
The French

Sweetheart let me in, I forgot my keys again
But you forgot to do the dishes, you forgot to clean the bin.
It's all very well learning poetry by heart but it doesn't mean we have to live like poets.

You can read a book and tell me what it means,
You can argue politics because you know your history.
You look happy without a smile, I've been waiting here a little while,
For something good, for something bad to happen.

When you get up late you're wasting half the day away,
I thought we'd walk the dog but you can't stand the rain.
Well if you don't like dogs, then how can I like you?
When you first described yourself, you were not being true.
I speak a little Spanish, I did an evening course,
I can swim 30 lengths and I can cook a pepper sauce.
I can see in your eyes, you're somewhere else,
I can hear you talking to yourself.
Will something good, something bad happened.

And the stars, and the moon,
Have been keeping us together since June.
But the stars, and the moon,
Are getting bored of hearing I love you.
And the sun, and the clouds,
Are keeping us together somehow.
But the sun, and the clouds,
Are getting tired of being let down.

Everyone would like some dirty sex upon the floor,
Everyone cries on TV because they're bored.
Everyone looks sad when they smile.
They've been waiting a little while,
For something good, for something bad to happen,

And the stars, and the moon,
Have been keeping us together since June.
But the stars, and the moon,
Are getting bored of hearing I love you.
And the sun, and the clouds,
Are keeping us together somehow.
But the sun, and the clouds,
Are getting tired of being let down.

segunda-feira

Te cuida, Contigo!

domingo

Tirei algo do peito que não era pesado nem incômodo, mas na hora se fez necessário falar. Foi bom. :) Alguns anos depois, alguns posts depois, um assunto bem recorrente em determinada época foi discutido. Tudo em nome da boa amizade e caráter.
É com satisfação e um tanto de timidez que eu digo: oié!
a brincadeira deste domingo chama-se "no sol até torrar". afinal eu não fui prá praia, e to com preguiça de sair desta cadeira.
ai minha orelha!
Essa madrugada eu fiz uma coisa muito digna dos Eskrotinhos.
Tava pegando um copo d'água antes de dormir, quando ouvi no prédio ao lado um casal trepando que nem loucos. A mulher latia, praticamente. Oooooh-ooooouououooooh, VEEEEEM (com voz de cantor de death metal). Saí na janela prá achar o apartamento de onde vinha tamanha sinfonia. Imagino que quem morava mesmo no prédio, não estava conseguindo dormir mesmo. Aí uma hora os gritos aumentaram, e ela soltou o "Ai... eu... vou... GOZAAAARRUOOOORHHHH".
Cara, não agüentei. Inveja sim, peganomeu. Gritei:
- Então goza logo e vai dormir, porra!

Haha, fui dormir mór feliz!

sexta-feira

Isso e o episódio "Scott Tennorman must die" do South Park são meras coincidências.
hah
eu quero dar
pronto. falei.
Coraçoa
&
Amora

haha
O Tio-Bichinha

Depois do Orkut me apresentar à desgraça do amor adolescente que virou paizão e jesus-freak, ontem foi a vez de encontrar uma paixão pré-adolescente de acampamento. Este, Luiz Geraldo, o neto da Dona Temperança.
O tal foi o monitor que eu pedi a Deus, bem no auge da confusão hormonal dos doze anos. Tão amorplatônicodaminhavida que eu pensava que na próxima temporada eu podia até dar prá ele, por que não? Doze anos, que que tem? É. Medão. E também foi por ele que eu menti prá minha melhor amiga da época que eu não era mais BV, que nem ela (que àquela altura do campeonato só tava faltando ser mãe) - sim, entendam, todos esses amores que tive geralmente não sabiam sequer meu nome.
Enfim, era ele que entrou no Piola e sentou logo atrás de mim. Comentei com os meninos "meu deeeus, esse cara era meu amor dos doze anos", e eles só bufaram prá cima, com cara de "ai, lá vem". Um tempo depois, Gegê (como ele se chamava, ou Luiz quando fazia a séria) olhou prá trás e me reconheceu. O Markinhos vira e fala "teu amigo puto tá te chamando ali". Nos cumprimentamos, fizemos aquele comentário óbvio de "quanto tempo, né?" e voltei para o meu prato. Markinhos e Rodrigo se entreolharam e disseram: é puto*, ô se é.
Tsc. E além de puto, se for mesmo, virou um puto feio. Todo aquele FRESCOR da juventude provavelmente se esvaiu cuidando de pivetes riquinhos que passavam as temporadas no acampamento.

*Puto, em bom gauchês, é o homossexual no sentido exato da palavra. Não-afetado, gosta de homem, mas não faz a feminina.
Bizarro bizárro bizá-rô

Tava lá eu dormindo, sonhando com trabalho da pós e estadia em hotéis-fazenda, quando no meu sonho começa a acontecer o maior quebra-pau. Era um casal que estava próximo a mim, mas eu não conseguia ver. A mulher gritava "pára, pelo amor de deus, me deixa, me tira daqui, socorro!", e a briga terminou com o barulho de um carro arrancando a milhão. Nisso eu acordei e notei que, sim, havia um carro fazendo muito barulho na rua, e que a mulher de fato havia gritado, ali na Augusta.
Não consegui ir até a janela prá ver o que era. Fiquei paralisada por alguns minutos, com medo de olhar pro relógio e ser :13. E, tá vai, confesso, pensando se eu ligava o computador prá postar isso aí.

quinta-feira

Já dizia a tia Rosália, "a solidão é um fato". Tá, e daí? Sim, eu posto coisas que não tem a ver comigo hahaha.

-

Aí eu tava pensando que a modernidade-atual, no meu ver, é uma coisa assim:

da da danadinha
vai na dança da bundinha, agora
fazumovimento
quelesvãoperderalinha, assim
puuuuxisolta
soltapuxa
puxisolta
vemfazêcoagente
a dança do tiribota
tiribota
botitira a mão na minha cinturinha
puxistica soltipuxa
juntocomasdanadinha


eu quero fazer parte do movimento mudérno-retrô que canta funk com o arnaldantunes.
E agora fazei a oração que brunabeber nos ensinou:
sílviavintióras domiiingoooo

Essa música grudou na minha cabeça de um jeito que tá virando lobotomia. Acuda Ronnie Von!
Vamos lá:
eu sou ridícula
eu sou ridícula
eu sou ridícula

Agora vocês:

quarta-feira

O primeiro Prêmio Abemd a gente nunca esquece.
Acredita que eu me comovi com o fim do casamento deles? Isso não é bom sinal.
Aí, né, hoje eu saí de preto e branco na rua, com o meu vestido Saldô Jaquê, e neguim me chamou de corinthiana. Deixa meu pai ouvir isso, deixa!
Hahahahaha o cara do Afghan Whigs tá cantando "Can't get enough of your love, babe" no rádio. Aaahdonnouwha, donnouwhaaaa!

(er... não, jorge, você NÃO vai fazer a piada que eu to pensando. finito)
Retardada, sob efeito de alguns elementos: 30 minutos no celular, longérrima-distância; jorge mongolóide wakabara; the future of rock and roll; almoço ótimo e feliz no peéfe; a patinete do okasaki na minha boca; megapica de djs palestinos.
Tão, mas tão retardada, que dei dinheiro a mais pro aluguel. Tipo, vai ver que eu acho bonito esbanjar. Don't let it stop, oh no no no!

terça-feira

E ontem que eu entrei no ar na rádio e falei um monte de asneira? Ainda bem que só o povo de Barueri escuta.
Tsc.
Não tem sensação pior do que sonhar que se humilhou fudido em praça pública. E também não considero acordar uma forma de alívio. Porque eu sempre acho que meu sonambulismo pode ter me traído.
Foi mal Jorge, Du e Gus. Se eu fiz alguma coisa feia essa noite, blame it on my sorry cabeça-de-cocô.

segunda-feira

Lembra que eu falei de amor?

No começo do ano isso tudo ainda tava tomando forma.
"De cair o cu" pode ser sintetizado na nova música do Gabriel O Pensador, que usa frases de músicas da Legião Urbana com um sampler de Pais e Filhos.
Pior, só se tivesse um rap com letras do Ivanzito Crendospai Lins.
Definitivamente, se o meu sucesso sair caro, eu vou botar culpa na CAUSA.
Acordei prá frases curtas. Cada dia de tédio é um tanto mais de auto-compreensão, ainda que tardia. Mas isso não me impede de dizer que os shows ontem foram muito bons, fudidos, del gran carajo. Tá, os que eu vi. Laboratório no úrtimo.
Aí hoje acordei achando que já era 3 da tarde, e me perguntaram se eu tinha chorado. Não, eu não chorei. Eu não me permito mais chorar, e sei que isso é ruim. Porque aí você explode vendo uma matéria do Jornal Hoje. Eu tô uma pilha de emoções mal gastas, é fato. Tá tudo aqui dentro, guardado numa caixa com a etiqueta "esquecer", porque eu nem tempo mais tenho de rever dúvidas, dores, problemas. Resolvi priorizar as oportunidades, as gargalhadas, as novidades, as que chegam e as que sobraram. Aproveitar o hellokittysmo de alguns, os reencontros com outros, as admirações por mais que eu não as compre.
Vou deixar prá chorar nas férias.
Larga de notar meus pedaços próximos da alma. Eles não te pertecem mais há tempos.

domingo

Definhar de tédio pode ser: acordar depois do meio dia, tomar banho fazendo air-guitar com uma fita velha do Bad Religion, fazer skin care afternoon, lavar louça, arrumar a casa e fazer hora na internet até dar 19h para assistir um show das Mercenárias - sendo que é bem possível que elas toquem depois das 23h, mas você, pobre, quer pagar mais barato, então precisa entrar antes da 20h.
Meus olhos estão caindo de preguiça.
YAY.

sexta-feira

- Você daria prá ele pela causa?
- Não. E nem POR DINHEIRO.

(...)

- me arruma um homem fofinho prá eu esmurrar?
- pode ser uma empresa inteira de recrutamento e um departamento inteiro de RH de uma emissora jovem que é a cara do Brasil?

(...)

tsc, se eu quisesse só dar risada eu chamava o ari toledo prá dormir lá em casa.


Retirado de "Bobeirinha - Os e-mails diários de Jorge Wakabara e Bia Bonduki". É, porque logo a gente vai lançar um livro com nossas genialidades em forma de e-mail. Ai, se eu não fosse eu, ia querer ser o Jorge.

(OK OK, é com essa que eu me despeço e digo "bom fim-de-semana")

--x--

a tpm não foi embora
o chico não veio (aiquehorror)
amanhã eu passo o dia fazendo trabalho
nossa música vai tocar na rádio do diego
Tá, vai, eu tirei sarro da queena da black cocada por falar do Momento Mágico (05/05/05, às 15h05, 5a feira), mas aí entrei no meu orkut e vi que tinha 555 scraps.

If man is 5, then the devil is 6, and if the devil is 6 then God is 7.
Foi o Frank Black que disse.

quinta-feira

No repeat

The Bravery - Honest Mistake

People
They don't mean a thing to you
They move right through you
Just like your breath
But sometimes
I still think of you
And I just wanted to
Just wanted you to know

My old friend...
I swear I never meant for this
I never meant...

Don't look at me that way
It was an honest mistake
Don't look at me that way
It was an honest mistake
An honest mistake

Sometimes
I forget I'm still awake
I fuck up and say these things out loud

My old friend...
I sweat I never meant for this
I never meant...

Don't look at me that way
It was an honest mistake
Don't look at me that way
It was an honest mistake
An honest mistake
Rodrigo e a cozinha maravilhosa

1.
Sexta passada, 23h30. Voltei da casa de uma das meninas do grupo, comendo beirada de parede. Na panela, uma omelete FUDIDA com peito de peru, montes de cebola caramelada, alho e Meu Segredo.
Comi tudo em 5 minutos e quase lambi a panela.

2.
Quarta-feira, 23h. Voltando da faculdade, encontrei o Rodrigo e o Márcio indo prá academia. Cumprimentei os dois quase tirando pedaço da orelha deles, de tanta fome. Aí o Rô me diz que tinha jantar me esperando em casa. Quase infartei! Ravioli com um molho delicioso e indecifrável. Tô burping até agora.

Abençoada seja a Dona Betty por ter transmitido seu dom para o filho do meio. E engordada seja eu.

quarta-feira

Parafraseando Tia Dora, o próximo que perguntar o que eu tenho na boca vai ouvir: É lepra, e pega!
Cansei de abrir minha boca fudida prá ter que responder perguntas assim. Tá doendo, porra. E comentários do tipo "tadinha, não pode beijar" também são altamente dispensáveis. Eu tenho mais o que fazer da vida a me preocupar com novas presas. Paporra, viu?

terça-feira

Respeitável público! Com vocês, mais um...
LE GRAND CIRQUE DU MIQUE!


(clap clap clap clap! obrigada, obrigada!)


Aí tava eu no busão indo prá aula. Sentei na primeira cadeira depois da porta de trás (aquelas que ficam depois da catraca), e sobrou um lugar ao lado. Tava viajando, tentando segurar o riso de lembrar da Ana Laura dando entrevista prá Vanice, pensando merda basicamente, quando uma mulher passa a catraca e vem em minha direção. O busão dá um tranco e a mulher vai prá trás, se agarrando no que está perto. Eu, que já tava com aquela cara de boba, dei uma risadinha prá ela, que me devolveu o riso meio com cara de "que tonta que eu sou, né?". Aí, quando o motorista tinha acabado seu malabarismo, ela tentou de novo se aproximar e eu notei que... ela tinha o lado direito do corpo paralisado.
Merda.
Imbecil, fica rindo que nem mongol no busão, olha no que deu. A mulher parou um tempo do meu lado, mas não sentou, foi lá prá trás. Fiquei com a cara queimando até descer do ônibus.
PAMPARARAMPAM
PAMPAM

Marcadores:

I would, surely.

O Billy Corgan está apaixonado por esse site, Rat-tat-tattoos. Pudera, muitos dos desenhos foi ele quem fez. E eu confesso que passei parte do colegial desenhando o coraçãozinho com o SP dentro em cartas, na perna, no caderno, onde fosse.
PostSecret
Fudido.
Jorge que recomendou. Depois, clique aqui e veja esse.
Tou pensando no meu segredinho, haha!

segunda-feira

Não pára não pára não pára não

One for the head
Two for the beat

Wha' can I get for ten dollah?
A-ny-TIng you want

You-are-A-cuuuu-tieeee

Shotgun get-down-get-down-get-down

(meu nome é ana beatriz e assim como minha menstruação, eu sou super atrasada)*

* by the way, não quero assustar ninguém com essa história, ok? eu só sou um tanto muito recorrente.

purple haze galang-alang-alang-a
I've got my reputation
I want procrastination
A permanent vacation


geez, dj kaos, daniel wang, boy from brazil e electrocutes, vocês me fazem protestar rebolando!
só rindo prá não chorar. haha
Quando tudo volta a pesar, quando o sono começa a ser incômodo, quando as pressões na boca do estômago viram recorrentes, e a gente já tem uma certa noção do funcionamento das coisas, a gente pede FÉRIAS.
É isso. E não passa desta semana o meu pedido, porque eu sou nova demais, demaaaais, prá tanto NERVO. hahaha
(mentira, isso tudo pode não passar de uma bela tpm que não vai embora - afinal eu parei com a pílula e estou tomando olé do meu período desde a semana passada)