sexta-feira

Bizarre

Sonhei que tava dando pro Clodovil.
Isso é só prá começar o tópico de coisas bizarras. Porque ontem a gente se enfiou - depois de dançar Speaking of Happiness pro Rodrigo - num bar no cu da Aclimação, para comemorar os 27 anos e meio da Juliana com outros DOIS amigos e dois garçons que não viam a hora de fechar a casa. A Ju queria pegar um deles. Acabamos no Ibotirama, eu bebendo coca-cola que nem macho com o Edu, a Juliana comendo calabresa com toneladas de maionese e a Ana num suquinho fresh e absurdex de limão. Saiu uma briga, acho que o dono do bar acusou um outro de ter quebrado alguma coisa, só sei que o acusado deu o maior bafão e começou a jogar dinheiro no cara. "Com o que eu ganho dá prá comprar esta merrrda em um dia, tá entendendo?". Adoro pessoas que usam de poder financeiro prá afrontar as outras. Aí o dono do lugar quis partir prá porrada quando o outro já tinha indo embora. Saca "me segura senão eu te mato, mas, ó, me segura"? A Juliana queria dar palavras de consolo a ele. Só que aí ela viu um cara na mesa do lado e quis ficar com ele, e a gente agitou. Os caras eram da PUC, faziam sociais, e conheciam o Jorge. Aí um vira "vocês são daquele As Princesas?". MEDO. Acho que fiquei uns 5 minutos escondendo a cara no ombro da Ana e vice-versa. O cara não devia gostar muito do nosso som, mas disfarçou bem. O amigo dele gostava de Radiohead, mas nessa hora eu já tava de saco cheio, a Juliana tava dando bola prá um bêbado e a Ana Laura, pobrezinha, fazendo a paciente com os dois nerds.
Fomos embora.
Tonight's the night.
Sonhei que tava dando pro Clodovil.

quinta-feira

CHEGUEI. ESTOU NO PARAÍSO.
Eu não quero um copo de requeijão prá tomar meu suco de laranja aguado e docinho, que eu fiz pra acompanhar meu pão com ovo no meio, com a gema exatamente do jeito que eu gosto, e salgado à perfeição. Eu quero desses copos de novela, que o sol passa dentro e faz desenhinhos na colcha da minha cama, enquanto eu como eu saúdo konichiwa a quem pergunta se vou bem.

A manhã é de disposição. (mas a trilha tá sendo Death From Above 1979)
Minha franja:
arte ou merda?

x

Ganhei um presente que é uma graça: um powder puff de glitter! Coisas de Renatinha.

x

Dói, né? Aqui, do lado. Porque a gente tá que nem cachorro estacionado na porta da padaria: fica pedindo carinho de quem passa, até ganhar um quarquécoisa.

quarta-feira

Post a cinco manos (duas Mello, duas Bonduki e uma Bertholini - o maneca aqui de casa)

Já é tarde e não tem ninguém legal no messenger. E você, onde está?
Dançarina do Gugu - um post a quatro patas.

Nós somos a Lillian Wite Fibe do telejornalismo. Nós somos a Tina Fey dos roteiristas babacas. Nós somos a Gertrude Stein da literatura blog. Nós somos a Maria da Conceição Tavares da economia. Nós somos a Heloísa Helena da oposição. Nós somos o Ken dentro da linha Barbie. Nós somos a baterista do Lenny Kravitz. Nós somos a Edinancy dos judocas. Nós somos o BUGU da Turma da Mônica. Nós somos as cotas para negros nas faculdades do Rio de Janeiro.

Nós somos a Dona Bela bonita.

NOJENTO!

(senta aqui prá falar do próximo tópico, o amor - eles querem ouvir nossa opinião, não querem? - Ana Laura Mello)

-x-

Promoção Blogger/Anacleto

Escreva um texto de cinco linhas max. exaltando as donas dos Blogs. Ganha o direito de fazer uma única pergunta cuja resposta será publicada aqui.
Inscrições nos comments (nome, e-mail e URL). Mas lembre-se: nunca forneça o número do seu cartão de crédito para estranhos.

-x-

Momento Ari Toledo

Ana Laura atravessava a rua e cruzou quatro patinhos, um português, um papagaio e um judeu. Então virou-se para a amiga e disse:
- Bia, você gosta de post a cuatro manos? Hein?
- Não, eu gosto de mano no quarto.

terça-feira

lembra quando eu não era lembrado na quebrada e você olhava só pros (xiumm-iummm) bundalelê.

tem horas que eu devia ter uma coluna social só prá mim.
Walk long, proud and tall
'Cause the writing's off the wall.

segunda-feira

Faz a fama, deita na cama e espera pela xixirréia.

domingo

quieto, néném, não faça axé
e eu vou lhe comprar um pássaro-caê
se caê não for cantar
eu vô lhe dar uma maria-bethânia


Boneca Maria Bethânia
Ela lê puêmas, corre para os lados e vem com cabeleira nagô para você pentear e libertar o CARCARÁ dentro de vócê.
ela tirou as pilha do vibrador e botou no discman.

e eu não chamo minha vó de meu cumpádi, eu chamo minha vó de meu bródi.
ok?

A lenda... broder ... fre...fre...frenético!
A lenda... broder ... fre...fre...frenético!
A lenda... broder ... que vacilo!


ella le gusta la gasolina (dame mas gasolina!)
como le encanta la gasolina (dame mas gasolina!)

(meu sábado em imbecilidades)

sábado

17h46
no estômago: dois copos de coca e um chiclete sabor amorazul, que pinta a língua e é superácido.

15h58
arrastando a glória kalil pelo parachoques do carro e fazendo menção de levá-la até a casa do jorge

23h08
se não fosse bruna beber, eu tava em paz, dormindo. mas eu to desenhando.
Imagina que numa noite você sonha uma coisa quase impossível e no outro dia acontece. No mais literal dos sentidos.
Ééé... E quando você tá mega-puta por não ter esperança, e nisso vem alguém e resolve tudo?
Esse post é dedicado à Syl e à Queena.
Patrocinando sonhos da JUVENTUDE hahahaha.

sexta-feira

"Meeeu, ontem eu kausei grandão, cara! Cheguei lá na Galeria dos Pães e pedi chopp às seis da manhã, meuuuu. Naum, pq eu so loka de pedra, meu, aí eu pirei, né? Quando cheguei em kza minha mãe tava puta pq o motorista já tava lá prá me levar pro Dante, né, meu."

Cristo. Eu não freqüento mais a GP de madrugada. Nunca fui tão humilhada em toda minha vida.

Post endereçado-do-do!
Passados 3 meses e nenhuma resposta, começo a achar que o problema é sim comigo, com o que eu faço, e com a qualidade disso. Acordei limão e não tiro a minha razão. Se já tentei transformar cada sparkle de genialidade em oportunidade e não deu certo, agora só me resta desânimo.
saco.

quinta-feira

sou uma mãe de filho tonto. só eu acho graça, só eu vejo sentido. só eu me envergonho prá mim mesma. só eu fico sorrindo besta. cada um escolhe a felicidade que quer, né? - ou - idiota não tem tédio.

quarta-feira

She knows it

Para você, que não me vê mais, todos os cactus do Jardim de Alá e todos os peixes mortos do Canal. Para você as lâmpadas queimadas do Aterro e todas as vitrines com manequins sem cabeça e papel pardo anunciando queima de estoque.

Para você latas de lixo e eletrodomésticos sem garantia. Para você enchentes, goteiras, pias entupidas, descargas com defeito e espelhos quebrados. Para você comidas vencidas, frutas podres, leite azedo, café velho, pão de ontem, jornal de quinta.

Para você Danielle Steel, Sidney Sheldon e Agatha Christie. Para você os piores filmes, as piores músicas, as piores viagens. Para você canetas sem tinta e impressoras sem papel. Para você cachorros doentes, gatos malucos, pássaros em gaiolas.

Para você comícios, arrastões, flash mobs. Para você engarrafamentos. Para você sinal fechado. Para você as listas amarelas e os orelhões quebrados pra saber um pouquinho de mim. Pra lembrar um pouquinho de mim.

terça-feira

Conto o sonho mas não conto o santo

Era assim, eu tava na estrada prá Maranata, que é o sítio do meu nonno, eu e uma amiga1, que depois virou amiga2 e depois amiga3. Ok, então eu tava lá, aí a gente passou na frente da casa de um boy que eu dou muita bola - e ele me retribui com piadas imbecis - e ele grita "essa menina que eu vou lamber usa óculos, e ela fica feia assim, eu quero lamber ela sem óculos". Ele estava de óculos, eu também, só que eu tava num carrinho de rolemã motorizado e nem pude parar prá deixar ele me lamber, ou o que mais ele quisesse fazer comigo. Fui embora dando bitch fits porque era o momento de pegar ele, mas segui em frente. Acabei tendo que ir prá um prédio na Faria Lima, acompanhar a mudança de um outro amigo. Ele tinha se separado da mulher e arrumado uma ainda mais feia, gorda, que usava camiseta velha da UCLA e short samba-canção e tratava ele que nem merda. O apartamento deles era enorme, quatro andares, e tinha um anúncio de salsicha alemã no quadro da sala. Ele ficava andando ora de cueca, ora pelado. Eu tava achando aquilo o máximo, mesmo ele estando super fudido. Aí eu resolvi fazer ioga na parede com essa amiga que já tinha virado a amiga3, prá ver se eu menstruava logo. Ela virou de ponta cabeça e pá, quebrou o pescoço. Eu fiquei me sentindo mal, porque eu fiz ela terminar de virar a cambalhota, em vez de voltar prá trás. Mas ela não teve nada, ficou normal, só reclamando um pouquinho.
Aí eu acordei e to torcendo até agora prá isso ser muito verdade.
eu também gosto de ficar quieta
de sentir dor de cabeça
de não dar oi nem tchau
de franzir as sobrancelhas
de olhar através
de sentir as costas cedendo

mau-humor é sim uma especialidade da casa.

segunda-feira

Quando vou prá Tatuí e vejo minha avó mandar e desmandar e inventar manias e querer e bater o pé, eu penso em mudar o título da minha autobiografia prá Reinações de Beatrizinha. Eu sou igualzinha e agora sei de onde veio.

domingo

- eu morava em são roque
- já fui lá com meus pais, num hotel
- o alpino?
- não, o charge

OBRIGADA!

sexta-feira

não digo mais tchau ao telefone. só beijo.
ui, que motivo enorme prá fazer um post.
medeixameucabelo
-
e a menina que foi desenhar a volta da mão e fez apenas quatro dedos?
-
acho que fudeu. o que eu vinha tentando evitar. fudeu. é, fudeu.
(VEM LIMPAR MINHA BOCA, VEM)
-
olha prá mim - eu pintei - o meu cabelo - de preeetoooooo
Conversa entre redatores

- Soube que você foi demitido.
- Pois é, olha a minha bunda, tá chutada.
- Passa lá no sindicato, que eles têm uma pomada ótima. Já usei bastante.

x

- Bom, beleza, se eu souber de alguma vaga...
- Você vai pegar prá você, é óbvio!

quinta-feira

agora sim, coisas belas

[23:13:59] Xxxxx Xxxxx: tá foda
[23:14:05] Xxxxx Xxxxx: daqui a pouco eu vou mandar te buscar em sp
-
[01:03:10] xxxxx: eu nao quero me apaixonar por vc nao se é q eu ainda posso escolher

Momento desenho-decalque-retroprojetor-cinema
Das coisas belas que vagam à meia-noite pelo MSN

"eu sei, to brincando, adoro ver vc brava... na verdade, prefiro de quatro"
A nova seção "mendigos do meu Jardins".

Mendigo Assoão
Ele passa o dia dando corintiana na rua, assoando o nariz mesmo quando não tem nada prá sair. Pro mendigo Assoão, a vida é uma FESTA e o salão tem que estar LIMPO.

Mendigo Limpeza
Tá sempre organizando o cantinho dele na rua. O utensílio mais recorrente é o saco plástico, usado prá colher água da rua. Muitas vezes lava a mão incessantemente no esgoto (tadinho).

Mendigo Caê versão Chiquinhas
Ele senta de pernas cruzadas, um ar de paz bahiana no rosto, encosta a queixada na mão e começa a discorrer sobre o que for. Às sextas, ele faz chiquinhas no cabelo, umas tranças grossas que saem da testa. Belíssimo. Ou não.

quarta-feira

Querido diário - Minha primeira produção.

Foi lêgal!
Fiquei cansada, corri um monte, soltei caô adoidado, nunca mais visto gorda, adorei os boy-modelos, comi melancia e pernil e agora é só esperar a Simples do mês de outubro.
Vish, nem me viu.

domingo

putamerda.
Vi um soft-porn no qual o protagonista não dispunha de PENIS. Era ruim.
-
Fim-de-semana no Guarujá com uma impressão forte de que foi no Rio. Sei lá. Cabeça anda por lá. (ops, uma cabeça por aqui, olha só)
-
É o Tchan no Manicômo, apresentando o hit PINEL por você. Afinal, não é só o rock brasileiro que pode fazer clipe no hospício.


sábado

Hoje, na Oscar Freire, andávamos bonitos procurando a loja da melissinha quando, de dentro de um posto, ouvimos o chamado de guerra. ANACLETO!
Ai, o dia ficou tão mais lindo!

sexta-feira

qual parte do NÃO você ainda não entendeu?
Sonhei que era "gente do teatro" e encenava uma peça. Pior: um musical. Pior: sobre sexo.
Éramos, entre tantos da TRUPE: Rafanéio, com uma sunga de plumas saindo das ancas; Jorge, num terno preto, e eu, trajando um belo PENACHO na cabeça, só. Andava escondendo as vergonhas. O texto era muito chato e eu não conseguia decorar. Saía de cena, ficava vadiando pelada pelo prédio, voltava atrasada, perdia as falas, não tava nada a fim.
AINDA BEM.

quinta-feira

minha fruta gogóia, lêa o que lhe pósto.

é drogas reverie says:
ja percebeu quais sao nossos assuntos mais cotados?
é drogas reverie says:
música, família, infância e casamento
é drogas reverie says:
somos praticamente AMANTES À MODA ANTIGA
O pôster do meu quarto - ou o pior encontro de minha vida
(uma longa história em versinhos ruins)

Um dia eu saí com um cara
Ele era amarelo e imitava meu pedido do restaurante
Abria a porta do carro, da casa, do cinema
Eu quebrei a cadeira dele vendo Larry Flint
Ele me levou pro quarto escuro prá falar de arte
Saí de lá com um poster na mão
E o batom intacto
Exame de toque

Still
Lying in the shadows this new flame will cast
Upon everything we carry from the past
You were made of every love and each regret
Up until the day we met
There are no words that I'm afraid to hear
Unless they are "Goodbye, my dear"

quarta-feira

Pré-cenas do próximo capítulo:
Depois do post-versinho, o alemão me ligou. Está morando no Brasil, trabalhando em São Paulo, e em breve sairemos prá tomar uma bier.
Assim, super coincidência. E não, ele não deu Google no próprio nome.
ontem me deram uma bebida que tinha gosto de tora de madeira submersa em suco de uva, com um leve toque de álcool zulu.
chama-se catuaba.
SELVAGI.
Minha mãe é foda, devia ganhar uma placa de ouro só pelas palavras nas horas de aflição. Se hoje cedo eu era uma emocore-dedo-no-cu, de noite eu já estava bem mais soltinha.
x
Até em Mc Donald's lotado de madrugada se encontra gente de São Roça.
x
Mentiras assim machucam, mas mexem bastante com o bichinho da intuição feminina. Aquele, que mora ao lado do bichinho do teatro e tem uma forma cênica de cagar na vida.
x
Cena da noite:
- Olha o Jeff chegar no boy...
*PATATOF*
(Jeff estatela EM CIMA do boy. Não foi previsto)

terça-feira

De novo o dia tá feio, de novo eu perdi a hora, de novo eu tenho que resolver coisas na pqp, de novo eu to com cólica, de novo eu vou comer frango, de novo eu tenho nóias, de novo ninguém ligou de emprego nenhum, de novo eu tenho que repor as bijus.
E eu reclamando que não tem rotina, pf.

segunda-feira

Os Princesa em Maryland

O cara é tipo o Matias de Washington, e agora we go international!

valeo, syl!
o lado bom

é que as horas perdidas podem valer um plus no ponto-de-vista. um dia eu ainda serei iansã viva orixá mascote do cv.
esperado, automático, ok, agradável.
ou é meu ceticismo gritando "tô lôca", ou realmente as coisas na minha vida andam bem... ok.
porém contudo todavia, necessito dos oks da vida prá me dizer satisfeita.
satisfeita, eu disse.
Eu namorei um alemão tão bobão tão lindo
michael cry-ner
dizia que ia me dar o céu e as estrelas
e beijava de boca fechada

sábado

13 anos. É o que eu comprovadamente tenho. Porque agora além de tudo eu tenho sonhos de 13 anos. Eu sonho e fico pensando "diz que sim, diz que é", aí eu acordo puta e triste, e vou espremer espinha no espelho ouvindo avril lavigne, afinal é o que uma adolescente faz.
Porra.
Tomei banho sem precisar, botei sutiã e calcinha combinando, dei um jeito no sebelo, passei perfuminho, batonzinho, rimelzinho e fui me encontrar com o computador, para uma conversa de fim de noite, esclarecedora, boa. Como se eu estivesse numa mesa de bar.
Claro, antes eu fui apertar os braços da Juliana e brincar de milagre da multiplicação financeira num bar de gente que trabalha, ali na Paulista.

sexta-feira

a merda de ser desempregada é acordar tarde e se sentir um piece of shit. aí emocore aqui vai ouvir racionais, e ter "fé porque até no lixão nasce flor".

e continuando na adolescência da noite anterior, a conversa:
- o que a luz tá fazendo acesa a essa hora?
- se você dormisse com assombração, ia deixar acesa também.
culebra
un post a cuatro manos

eu sou contra a lei áurea mas
eu sou PRÓ homens de rosto com PROPORÇÃO ÁUREA.

eu sou uma fruta e não uma truta.

§

querida, você parece a Iman. só falta eu te fazer um ANACLÍTORIS.

ana laura e bia vão te mostrar as maravilhas da ÁFRICA CENTRAL.

§

De noite eu rondo a cidade
a te procurar sem te encontrar
no meio de olhares espio
em todos os bares você não está
volto pra casa abatido desencantado da vida
um sonho alegria me dá nele você está

TE FODE, VANZOLINI.

vou ser foca de 13 ano hein

tô sëno hein

ó lá hein

§

não ter você devia ser considerado INCONSTITUCIONAL.

quinta-feira

um dia você também vai saber o que é ter sua voz ecoando no anhangabaú. e ainda vai achar bonitinho um monte de anacletice, e vai fazer boca de pochete na frente dos boy, e não vai ouvir seu amigo que diz que seu vestido vai abrir ao menor ventinho.
esse dia vai ser assim ELMA CHIPS SENSAÇÕES.