quarta-feira

Hoje eu tava andando lá pelas bandas de minha antiga residência, quando parei numa esquina prá atravessar e ouvi o indefectível sotaque ouropretense me chamando de "ôanbeátrísss!". Era a mãe da Ju, que na hora me sumiu o nome da cabeça e eu só conseguia pensar em Cida, então só me referi a ela como "tia" e "a senhora" (era Vera, lembrei depois). Tava passeando com a Isaura-cachorrinha e a mais nova adoção da Ju, a pretinha Moema. "Cuitada, tav tod chei de pulg, sab? Vei do lixão mai que tav ASSIM de sahna". Aí me perguntou quem era o bofe, e eu apresentei "ah esse é meu namorado, veio dos eua, tá passando uns tempos aqui". Como ela mora no Canadá, respondeu em inglês, e foi ele baixar prá fazer cafuné nas cachorrinhas, ela vira "ma miniiiiin que esse moss é bunit'd'mais, minha gent, vô até falá em pohtuguês messs, que nossinhó esse moss é lííínd!". O malandro tava sacando tudo, e ficou ali quietinho, disfarçando a cara roxa, enquanto eu respondia "obrigada, tia, obrigada, e a ju? tempo né? saudade..." e ela voltando no assunto "ai nossinhó!".
Nos despedimos depois de um tempo e alguns causos, e ele explode de rir, aquele riso meio besta de quem estava morrendo de vergonha, mas que não perdeu uma vírgula do que ela disse. Danado.
Eu nunca pensei que fosse usar tão cedo a expressão 'assim que o furacão passar'. E olha que ele tá meio Katrina meio Wilma. Cacete. Mas tá indo, e eu to vivendo de listinhas de novo. E assim que o furacão passar, eu terei novidades.

E você, você é doentinha. Louquinha. Lelé da cuca. Psicosezinha. Pinel. Pancada. Doida varrida. Juquehy nocê, queridini.

segunda-feira

Tô numa fase que faço tudo que antes condenava. Isso inclui um certo exagero nas atitudes paixonísticas. Pudera, não ficava assim faz tempo. Plus: correspondida.
É, um nojo só, quem não gostou, sai correndo.

domingo

Chegamos a um consenso - depois da briga pelos 9 filhos começando com X. Xavier, Xerox, Xylophone, Xena... -, atentem:

Sam Thingelse Bonduki-Yoho.

Quem batiza?
No lugar de um festival com milhares de bandas que, sim, eu adoraria ter ido, mas não fui, acabei tendo uma noite agradável. Buffalo wings, azeitonas de-li-ci-o-sas, caipirrínias, Confissões de Uma Mente Assassina, Pet Sematary, e uma boa capotada de barriga prá cima. Funtastic. Meu negócio é comer e me encasular, então se eu tenho companhia, iguana pop nenhuma me tira de casa.
(e agora uma sessão de reiki da tia hani foi prá coroar, estou molinha e doida prá sair de casa)

sexta-feira

conceição engraçadinha

Bia Bonduki to Rodrigo
More options 12:23 pm (35 minutes ago)

ontem eu falei prá ela que nosso interfone precisa ser consertado com urgência, que com toda essa mexeção para a portaria eletrônica, alguma coisa deve ter ficado fora do lugar.
hoje ela chega toda lépida e fagueira e diz "sabe o moço que consertou seu telefone? ele pode consertar o seu interfone, quer que eu fale com ele?" e eu "mas isso é obrigação do condomínio, não é?" e ela "ah. você quer que seja pelo condomínio... (baixando a voz) é que demora, né... eu briguei com aquele moço (aí tomou fôlego e foi falando alto) porque aquele danado some, mas olha bia, se você quer que a gente cuide disso, eu vou dar um jeito!"
e eu saí falando "é óbvio, conceição! não foi a gente que quebrou!".
imagina?
só faltava sair do nosso bolso um conserto que a gente nem sabe pq quebrou.
hahahahaha ai a conceição devia ter um programa na tv.
Oh, as ironias da vida.

Olhei pro céu, cerrei o punho e bradei "hei de ser prudente, não vou ver o Iggy Pop!". Tá. Com muita dor no coração, avisei os integrantes e tratei de combinar uma cerveja de pobre com Queena e MooMoo (olha eu já fazendo programa de casal, que lindo). Aí tá, fui lá hoje imprimir meus trabalhos de conclusão de semestre. Inacreditavelmente eu tive umas idéias legais esse semestre, então tava querendo fazer uma finalização decente. Levei numa gráfica rápida, uma das melhores que eu conheço, fiz meu pedido (13 impressões, 10 vagabundas - porque eu vou cortar essas imagens -, 2 boas e uma fodona-final). Fui pro caixa felizona, crente que ia dar no máximo uns 20 pila. O meu cu, é claro. Porque deu O PREÇO DO IGGY POP. Que réiva. Só prá abrir aquela buceta, R$ 26. É tipo cobrar pelo talher no restaurante. Saí de lá marchando, fui andando até o trabalho prá ver se parava se sair fogo das ventas.

Olha bem prá minha cara de imbecil.

quinta-feira

Escolha a opção que pode estragar a minha manhã:

(a)
- Conceição, precisa pedir prá consertar meu interfone. Não tá funcionando faz bem uns quinze dias, e ontem eu tive que fazer vigília até o moço da pizza chegar.
- Ah... o interfone?
- É.
- Mas... não tá funcionando?
- Não.
- Então não funciona?
- Não.
- Ai que pena...

(b)
Um mendigo administrando um esforçado NÚMERO DOIS bem na frente da minha presença.

(c)
Papinho de mulher.
Ó que eu começo a falar de namorado, hein? Tô falando, hein? Tô contando minha última posição sexual, hein?

Ha! Nada disso estragou minha manhã, seus bodes. Um dia e meio restando, trabalhos adiantados para sábado, telefone funcionando de novo, acho que sou até uma nova mulher.
Tchuss!

quarta-feira

o próximo que me esfregar hierarquia na cara, mas fizer o palhacitos na hora de me pagar, LORD SO HELP ME.

terça-feira

Não é dengue não.
É algo bem mais chato
Que pode causar isenção.
hoho

segunda-feira

tamo aqui né meo?

pois é, o show foi o melhor de todos os tempos. teve banda, de verdade, com violão, backing vocal, pandeiro, "chacoalho" e conga da dona sílvia cristina do candomblé. choveu horrores e a gente tomou altos choques do microfone. teve integrantes se beijando on e off palco. eu até tirei minha blusa (oe! te peguei, eu tava de biquini embaixo, hein? ó lá.).

momêintus:
- as meninas dançando e rodando com a gente.
- TODO MUNDO cantou metrô news. espressionante.
- um membro de uma famosa banda performática se acabando ao som de Moving Out (sendo que essa música é, digamos, inédita no Brasil). geral gostou de ver.
- a cara da helô numa das fotos, com os dentes arreganhados e expressão de "vaaaaaai".
- um ex-namorado riiiindo orgulhoso de sua ex-pimpolha. (ahfalei)
- o matias elogiando o show.
- o final de Garota Arrelia, com todo mundo papauerando junto.

MTV, quero contrato. avisem os integrantes.
Dengue Diary

sexta-feira, 20h
chego em casa sem sentir as pernas. também estou tendo um ataque de perereca master, porque tudo na minha vida dá errado bla-bla-bla.

sexta-feira, 22h
saímos do suplicy - com eduluketi maluketi e pat cacet - e eu mal consigo andar. acho que sou louca, louca-louca-louca.

sábado, 0h
ligo para a ana, meio choramingando, porque o ryan olhou para o meu joelho inchado de elefante e disse "vamos para o hospital agora", então eu obedeci. ela passa em casa e vamos para o alvorada (não o clube, seus tatuianos BODES).

sábado, 2h
entre milhões de bêbados tomando glicose, eu tiro sangue para um exame enquanto a ana faz pegadinha com a minha situação de cagona. ela também quase se mata de rir ao me ver saindo do banheiro com um potinho de xixi na mão. "já vi a bia SEGURAR o xixi, gente!" - ana laura mello, 24.

sábado, 14h
volto ao hospital para pegar os exames, e a dona médica potira me pergunta se eu me incomodo em fazer exames para dengue e leptospirose. claro que não, né. a partir daí, assumo a posição de "dengosa" e começo a espalhar a desgraça. tiro sangue novamente - desta vez o samba é na frente do ryan - e tomo uma bela injeção de lisador, na bunda. perco parte da banda direita (tá, é drama).

sábado, 17h
ensaio o caralho, capoto na casa da ana, durmo por bem umas 2 horas. acordo novinha em folha para o show, mesmo sabendo que não vai ter pinga prá mim. minha bunda ainda dói.

(pausa para o show L'Aura, L'Ivia, La Barca)

domingo, 14h
acordei morta.
avisem os integrantes.

sexta-feira

Eu acho tão bonitinho gente que fala "ganhou neném". Hoje no ônibus tinha uma moça falando que "quando ela ganhou a camila...". Parece presente de grego.
- Adivinha o que eu tenho para você?
- Uma passagem prá Bahia!?
- Não! Um neném! Toma, fui!

quinta-feira

Se o caminho do inferno anda sendo descer a Angélica (irônico, não?), o paraíso fica bem no meio e chama Anglo Sergipe. É nessa hora que eu faço a Michael Jackson e cobiço todas aquelas criancinhas imberbes e de cabelo rebelde.
(Deus que me perdoe, ainda bem que você não lê português, né?)

segunda-feira

Lá pelos idos de 94, quando eu achava ainda meio-legal passar as indefectíveis férias em Serra Negra, minha mãe conheceu uma das poucas mulheres que freqüentavam o Auto-Turco e tinham algo a dizer. Assim como ela, talvez. E essa mulher era de uma educação, uma gentileza, uma simpatia... Lembro que ela ensinou prá minha mãe o significado de "tough", porque ela gostava muito daquela música da Des'Ree, "You Gotta Be". E teve o dia que meu avô foi tentar explicar o significado do nome dela, algo que de tão poético, era impossível botar em palavras - e foi rapidamente traduzido como "tesão" por uma das preciosidades intelectuais que freqüentava o hotel.
Hoje ela faleceu, depois de uma luta bastante tough contra um câncer. E eu vou dizer que perdemos todos um pouquinho ndas reuniões de família, do clube, da colônia que seja. Espero que ela tenha deixado de legado toda essa poesia que seu nome queria dizer.
:(

quinta-feira

difícil é quando até do seu lado tem gente falando 'vai cair'.

terça-feira

All through the rising sun
All through the circling years
You were the only one
Who could have brought me here

And I draw a line
To your heart today
'To your heart from mine
A line to keep us safe'


impossível não ficar cos zoin moiadin com essa música. daí na seqüência você bota "new light of tomorrow", do husky rescue e pronto, não faz mais nada.
Eu sou feita de pelos rosa, uso uma touquinha amish e destruo tudo pela frente. Se alguém pede prá trocar de lado na cama comigo, respondo que a cama é minha e os dois lados são meus.

Muito prazer, ANIMAL.
A grande verdade guardada por um velho e seu cajado no topo do morro da banana podre, lá prás bandas de pirajicuçunga é:
- Eu perdi a mão.

Não, cês não tão entendendo, eu não sei mais ser redatora. Meu negócio é fazer música sobre a Armênia e passar a tarde inventando história. Eu preferia mil vezes ter ido acompanhar as fotos do Edu de graça lá na Granja Vianna que ganhar cenlão ao dia prá escrever anúncio de seguradora.
Cê tá louca?
Desculpa.

-x-

E ontem que eu cheguei ca cabeça fervendo, os cabelos encharcados, a camisa colada no corpo e ganhei uma chapinha? Necessidades Rodrigues de Brito, pois não?

-x-

Minha homeopatia acabou. Isso quer dizer que eu vou ficar sem lanche da tarde, afinal cada bolinha dessas adoça a boca por boa meia hora.

domingo

Oi, eu acabo de descobrir que me tornei a pessoa mais egoísta e mimada do mundo. E isso não quer dizer catástrofe, não.
Reflitam, ok?

sexta-feira

Se alguém ainda lê isso, e quer conhecer o novo integrante da banda, o Barbosa:

Bazar Cabaré da Moda
5 de novembro (sab)
Horário do show: 19h - é o que dizem
Local: Joy Soul Club
Rua Deputado Lacerda Franco, 334
Pinheiros - São Paulo - SP
Entrada: 1kg de alimento não perecivel, que será doado ao Núcleo Assistencial
Espírita Cristão Sonho Azul
http://www.cabaredamoda.com.br

quinta-feira

Agora que eu estou trancada em casa, que eu estou com cólica e acabei de dar um mega-piti com direito a jogação de roupa no chão, eu vou contar prá vocês. Porque nesse mesmo instante, tem alguém brigando com o microondas que é em quilos prá fazer uma receita em pounds, e eu não sei o que é porque ele não quer que eu entre na cozinha. Disse prá eu ver a novela e me preocupar em só comer. E também não deu a mínima pro meu piti, o que por si só vale uns 15 anos de convivência.
Foram alguns anos falando umas palavras aí que no fim só tomaram sentido agora. Amanhã vamos fechar um quarto de uma vez, prá coisa não desandar. Se tudo demorou, agora não apressa mais.
É isso então, porque agora eu preciso ver o ridículo do Chatobá fazendo um casamento sem convidados na novela, que acaba amanhã.
Cara, ele me mandou ver novela.

terça-feira

Vocês querem MESMO que eu conte tudo?
já volto.