quinta-feira

Noite passada tive o sonho mais bizarro da minha vida.
Eu estava grávida do Ryan, arrumando o nosso apartamento, mas ele não sabia. E ele morava comigo, eu estava barriguda e com estria, mas ele ainda não sabia. Meu pai estava radiante e minha mãe ficava perguntando o sexo da criança, embora eu dissesse que só ia saber na hora. Eu comprava quadrinhos, discos, pôsters, mil coisas para a casa, no Extra, mas eu tava tão com medo de ter esse filho que procurava não pensar. Olhava para baixo e acariciava a barrigona, com medo dele não aceitar.
Quando acordei, notei que tinha passado a noite evitando dormir de bruços.
MEDO.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial