segunda-feira

Eu quero ir para a França.

Um sábado bom começa com você em posição fetal, chorando na cama, e termina com você e sua amiga escoltadas até em casa por um camburão da Garra. Eu explico.
Ivi chamou a gente para ir no show do Eddie, e eu fui lá me fazer bela. Nada serviu. Tive que ir de vestido pra não marcar as ancas. Caí no choro ao me dar conta disso, mas logo dei jeito. Acontece.
Depois de dançarmos o cd Bitches na Pista vol. I by Quenga Sobreira, comer azeitona e minduim, partimos.
A noite foi ótima, quenguinha é uma MC nata, e eu e paradigma nos aproveitamos da fama para nos oferecermos de roadie do tecladista gatinho e taciturno, na turnê pela Europa. É, a gente quer ir para a França, onde as mulheres são magras e têm franjas definidas.
Depois de dançar reggae na pista, ao badalar das 5 horas, nos mandamos, deixando a quenga com um trio de dar medo (ahfalei). Na altura da Artur de Azevedo, uma dupla de xepas num golfão zerozero gti começa a emparelhar, achando que estavam abafando. Todos sabemos, somos muito lindas e gostosas, o suficiente para atrair stalkers orelhudos. Depois de uma perseguição a-lu-ci-nan-te, paramos um camburão e fizemos cara de coitadas "Ai, moço, eles tavam seguindo a gente, estamos com medo!". Resultado: escoltinha amiga para desamparadas moçoilas.
E a noite terminou num oferecimento de Ex-Mulher da Tia da Ana Laura, sempre animando os sábados.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial