quarta-feira

todo dia eu acordo com uma roupa a menos, uma possibilidade a menos, e cada vez mais próxima de restar meu casaco preferido. e eu não quero usar ele pra não virar a menina do casaco preferido. cada dia eu acordo com sonhos relativos, com a música apoteótica do meu celular e a visão da estampa da roupa de cama e da cor da parede me lembrando um período. torço pro michael já estar voltando, ou nem ter saído, ou pro marcelo aparecer de surpresa, prá eu ter alguém prá conversar. mesmo eu sendo muda de manhã. aí eu faço o ritual de limpeza de pele, belisco um pouquinho na cozinha e vejo os e-mails. ouço as mesmas músicas da pasta slsk e saio. quando volto à noite, lavo as mãos, preparo uma sopa, vejo novela e volto pro computador.
como disse um amigo, 25 e a água batendo na bunda. tá na hora da vida fazer mais sentido.

VAAAAAI EMO FIADAPUTA, 3 HORA PRUM POST DE MERDA QUE NEM ESSE!
(essa foi minha consciência tacando giz na minha cabeça)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial