quinta-feira

Tinge-se o cabelo, mas a alma continua loira. - um exemplo de como eu realmente queimei alguns neurônios com blondor.

Obedecendo a ordem dos médicos cantores de Florianópolis, que em uníssono e falsete cantavam "Você vai se exercitaaar (exercitarexercitar)", fui comprar um par de tênis decente para o projeto Caminhando e Cantando. Prá isso, fui no lojínia do titio para escolher um. Combinei com a minha prima, que trabalha lá, para nos encontrarmos umas 14h, já que ela tinha ioga para grávidas, almoço para grávidas e outras atividades gestantes logo cedo.
Acabei me atrasando, e mandei um SMS dizendo que chegaria às 14h30. Ela me respondeu "OK". Mais tarde ela manda outro:
"Já chegou? Porque eu estou um pouco atrasada".
Tá, uma pessoa normal pensaria assim: ótimo, vou poder chegar com calma. Mas eu, a ex-Carla Perez, me afobei toda, respondendo que estava perto - mesmo estando ainda na Santo Amaro. Corri metade do caminho, desci antes do ônibus, atravessei o shopping feito uma louca, fui na loja errada, subi escada correndo até que cheguei. Bofes de fora, pergunto pela minha prima e a gerente me responde "ah, ela ainda não chegou".
Claro, estúpida. Ela não disse que ia se atrasar? Mas não, a toupeirinha aqui pensou que ela estivesse atrasada para outro compromisso e não poderia me esperar.
Eu só me pergunto como consegui dar tamanha volta no raciocínio prá chegar nisso. É blondor? Ou eu nunca fui tão esperta assim?

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial