segunda-feira

o feriado teve um clima de "invasões bárbaras". família reunida, tentando resgatar as boas memórias, comendo, rindo, tentando descansar. ninguém se estressou, ninguém levantou a voz, ninguém porrada.
cheguei em tatuí, e amendoim e cerveja já me aguardavam. depois uma bisteca do caipirinha, pudim de leite, bom-bocado, sorvete do júnior. consegui ir na litac, e gastar quatro reais em quatro peças de roupa: colete, jaleco, maiô e cinto. no fim da tarde, banho de esguicho, banho de maminha, rede, passeios no fusca com a nonna.

meu avô não ta nada bem, mas a gente não pode decidir o futuro dele. a gente só quer que ele não sofra. enquanto isso, a gente faz o que ele gostaria que a gente fizesse: cuida da minha avó e da minha tia, e segue o que ele nos ensinou.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial