terça-feira

Reseínha

Já que eu paguei de jornalista todos esses dias, acho de bom tom fazer uma breve resenha dos shows que eu vi. Né?

1o dia:

O Devêindra - Só vou chamar ele assim, agora. Sou íntima. Nunca tinha ouvido nada desse cara, não fazia a menor questão, dizem os fãs que o show foi ruim, mas eu mesma fiquei prestando atenção no visual "viemos-de-Montana-tocando-banjo
-com-cítara-dentro-de-uma-kombi
-e-não-tomamos-banho-há-duas-semanas".

2o dia:

Bonde do Rolê - Perdi. Mas eu também já conhecia o show de trás pra frente.

TV on The Radio - Oh, decepção. Com tanta coisa legal pra tocar, foram escolher justo as músicas "barulhinho e assovio" do disco novo. Chato. Cantei Playhouses e me mandei.

Patti Smith - O melhor de tudo. Ok, não era o meu objetivo no festival, mas o show foi muito bom. Muito "vamos levantar os isqueiros e cantar".

Yeah Yeah Yeah's - Se eu fosse resenhista, ia falar que foi ENERGIA PURA. Mas eu não sou, então vou dizer que foi mó legal, meu. Destaque para o Fred espalhando que me viu de braços pro alto e olhos fechados cantando Maps.

Thievery Corporation - Esperava uma coisa Chinese Chilling Thrills, mas aí entrei e tava pura Jamaica. Queria ter ficado mais, mas o cansaço falou mais alto.

3o dia

Instituto - Adorei uma música que falava "eu não to entendêindo". Acho que eles fizeram pra mim. No mais, parecia os raps que o Jão me manda.

DJ Shadow - Quando ele tocou Six Days, me barraram na entrada por causa da câmera. Quando ele começou a tocar You Can't Go Home Again, eu entrei correndo e... ERA ALARME FALSO.

Beastie Boys - Quando eles entraram tocando Root Down, eu virei um pula-pula e não parei mais. Não cantei as músicas, INTERPRETEI. Só achei ruim porque eles não tocaram Body Movin'. Ou tocaram? Eu não lembro mesmo. Lagriminha.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial