sábado

a agitada noite de whore island

em um bar lotado que tocava alejandro sanz, nós conseguíamos ser os únicos que não tinham um passado eclesiástico vexaminoso. o resto, era tudo remanescente da igreja universal.

eu passei a noite sendo acariciada no dorso por um caipira que me chamava de charada - capriche no R. e ele dizia já ter morado em nova york. ele, no máximo, morou na americana.

- o que eu faço prá te ganhar?
- nasce de novo.
(class. elegance. politeness. bia. bonduki.)

evitei ao máximo cumprimentar uma conhecida que estava em um grupo de solteiras que gritam "uhu". ela percebeu.

aliás, meus amigos de dez anos atrás continuavam com seus cabelos babacas. será que eles acham escova de chocolate babaca?

hoje eu acordei me sentindo uma criança dda que exagerou na ritalina.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial